sexta-feira, agosto 29, 2014

PostHeaderIcon Desabafo

Sei que estou chata, pesada, resmungona.
Sei que ninguém tem obrigação de me aguentar.
Sei, também que tem muita gente que me gosta e me ampara e manda lindas mensagens para eu me fortalecer, mas confesso que se eu não reclamar e não chiar vou explodir.
Tá chegando a hora de eu contratar um cuidador. Ele apresenta muita tontura; medo de dirigir; falta de apetite e dependência quase completa de mim!
Faço massagem nas pernas; cuido das bolhas e faço curativos quando necessário, lhe coloco as meias e os sapatos; ajudo a se deitar; ajudo a se agasalhar para ficar no sofá da sala; providencio o cardápio do dia e por aí afora.
Ele está com medo de ficar sozinho e cair enquanto estou fora. Tenho a mesma preocupação, mas preciso sair, não apenas para trabalhar, mas para espairecer.
Não sei como dizer para ele que está pesado para mim. Ele tem notado que estou irritada e nervosa, mas não se atentou para o peso extra que estou carregando.
Ainda bem que meu lema é: TUDO PASSA!

Elza
quinta-feira, agosto 28, 2014

PostHeaderIcon Desejos

Gostaria de ter um lugarzinho só meu. Um lugar gostosinho, arrumado, silencioso e que não tivesse cachorro me pedindo algo; gata querendo ficar no meu colo e marido falando alto e tentando chamar minha atenção. Um lugar em que o ritmo seria dado por mim.
Desejo ficar só, sem ninguém me pedir para dar comida, fazer massagem, atender ao telefone, passear para o cocô da tarde...
Feche a janela, arrume a almofada, não quero comer, estou com forme, tá frio, tá quente...
Tem uma palavra que deveria ser proibida e banida da fala humana... BEMMMMMMMM!!!!!!!
Dói meus ouvidos. Enjoa meu estômago!
Gostaria de ficar no meu cantinho. Meu e só meu, nem que fosse só meia hora por dia. Daria tempo para eu relaxar, fazer um reiki, meditar e me tratar.
Procuro essa paz à noite, depois que todos dormem, mas, ao chegar no quarto, ouço uma voz me perguntando: que horas são? Depois completa:  É tarde, por que vc só veio dormir agora ... Em seguida a gata vem se aninhar em minha mão e o cachorro no meio da cama. Fim de sossego!

Ando muito cansada.
quarta-feira, agosto 06, 2014

PostHeaderIcon Lembranças

Você se lembra de sua mãe arrumando suas cobertas numa noite fria?
Você se lembra de sua mãe lhe trazendo uma xícara de leite com açucar queimado apenas para  lhe esquentar na cama gelada?
Você se lembra de sua mãe apagando a luz de cabeceira que ficou acesa depois que você dormiu sobre o livro, que ela pegou do chão?
Não tenho qualquer dessas lembranças e nem sei se um dia fui agraciada com algum desses gestos.
Meu marido está fraco e com diversos problemas. Ele me pede para ajuda-lo a se deitar e para cobri-lo. Diz que se lembra dos gestos da Mãe dele.
Meus sentimentos estão divididos. De um lado, contente por proporcionar conforto e aconchego a alguém debilitado e de outro, saudade do que não tive. Uma pontinha de ciume, talvez.
Já chorei e já desabafei.
Agora, vamos em frente.

Elza

Thelma Louise

Thelma Louise
Minha gatinha querida

Pesquisar este blog

Perfil

Elza Maria sempre em busca de respostas. Paradoxal, curiosa, inteligente, crítica, observadora, sentimental, habilidosa, amorosa, sensível, disciplinada e um montão de outras coisas. Ser humano normal, comum, mediano, mas que gosta de escrever e está no quarto blog.

Arquivo do blog

Atualizaçoes

Seguidores

Miau

Get the Maukie - the virtual cat widget and many other great free widgets at Widgetbox!

Passaram por aqui

Créditos

Template: Meiroca.com
Foto: Silvia Perutti