terça-feira, fevereiro 26, 2008

PostHeaderIcon Situação surreal



- Por favor, quando chegar esse sapato em pelica marrom pode me ligar que venho busca um par.
- Tá bom, já anotei seu telefone. Ligarei.

Findo o diálogo, ela se foi com o novo sapato para casa, feliz da vida. Boa compra, sapato confortável, preço acessível, gente simpática.

- Olhe, desculpe ligar, assim. Aqui é a Heloisa da loja de calçados.
- Aconteceu alguma coisa?
- É que eu estava olhando o seu nome e ... me diga, você é filha de ........... ?
- Sou, sim.
- Nós somos primas! Eu sou Heloisa, filha da Gilda e neta da Joaninha.
- A Tia Joaninha era irmã da minha avó Concetta, respondi eu, surpresa e feliz.


Na verdade não somos nem parentes, mas temos a bisavó italiana em comum, pois, nossas avós eram irmãs.


Houve troca de informações e uma verdadeira festa de emoções pelo encontro de um elo dessa intrincada vida que separa as pessoas e as aproxima de forma inusitada.


Quem é vivo e quem já se foi. Quem é irmão de quem. Quantos anos tem esse? Quantos filhos deixou?


Heloisa é mais velha do que eu quase 10 anos e conheceu os antigos. Conheceu os tios-avós e todos os primos diretos. Conviveu com os primos de sua Mãe, inclusive com o meu Pai e conheceu minha Mãe.

Citou nomes que ouvi a vida inteira e não sei quem é. Referiu-se à irmã dela que já se foi e contou de uma tia que está com mais de 90 anos e lúcida, em Campinas. Contei de outra que se foi aos 90, como um passarinho. Contei que revi meus primos irmãos e um primo do meu Pai nesses últimos 15 dias...

Para quem não tinha familia e se sentia só, estou me saindo uma bela garimpeira, não? Esse fato é real e aconteceu comigo, hoje à tarde! Essa que encontrei é prima de meu Pai, pelo lado da mãe dele.

Ainda estou atordoada e nem sei se fui clara na narrativa.

Apesar disso, deixo a bjkª de sempre. Elza

4 comentários:

Kris disse...

Meu... Que bacana. Tenho tantas coincidências deste tipo na minha vida e é tão legal, né? =]

ViviMaia disse...

Olá,
é a primeira vez que venho aqui, vim por indicação do blog do JF.
então que história louca, mas tão bonita, as vezes ainda acho estranho quando vejo o quanto de familiares que tenho e não conheço pessoalmente, alguns acho que nem terei a oportunidade de conhecer
E ao ler sua história fiquei emocionada, pois é tão estranho como as coisas acontecem, como tudo é tão simples, mas ao mesmo tempo tão perfeito em sua finalização.
Espero que você escontre todos os seus parentes e que eles se tornem seus amigos e que esse sentimento de solidão passe, e que seus amigos estejam sempre com você, mesmo que eles não sejam seus parentes, espero que você seja feliz.
E gostei muito daqui, tentarei ler todos seus posts, por enquanto apenas li esse, mas quero ler os outros e estarei sempre aqui, como já disse: gostei muito.

ViviMaia disse...

Conheci essa música também por acaso, baixei uma música "errada" e tive o prazer de ter sido ela e não resisti a procurar o video no youtube, a harmonia ficou muito bonita, além da letra ser bem legal.
E muito obrigada pelo comentário e pela visita.

Sonia H. disse...

Elzinha,
Que história incrível! Amei!!! Você já deve ter percebido que eu dou o maior valor à familia, né.
Valorize este achado!
Beijos,

Thelma Louise

Thelma Louise
Minha gatinha querida

Pesquisar este blog

Perfil

Elza Maria sempre em busca de respostas. Paradoxal, curiosa, inteligente, crítica, observadora, sentimental, habilidosa, amorosa, sensível, disciplinada e um montão de outras coisas. Ser humano normal, comum, mediano, mas que gosta de escrever e está no quarto blog.

Arquivo do blog

Atualizaçoes

Seguidores

Miau

Get the Maukie - the virtual cat widget and many other great free widgets at Widgetbox!

Passaram por aqui

Créditos

Template: Meiroca.com
Foto: Silvia Perutti