quarta-feira, fevereiro 11, 2009

PostHeaderIcon Terceira Idade


Quando eu encontrava uma pessoa com visíveis traços de ter entrado para a terceira idade, imediatamente, pensava que ela estaria em paz, sem angústias, sem preocupações. Eu achava que os únicos pensamentos a afligir essa pessoa seriam o bem estar dos filhos e netos, pois, já estaria realizada e sem expectativas.

Será que sou diferente do modelo? Será que é esse o modelo?

Estou para entrar, oficialmente, na terceira idade, mas, com angústias, expectativas, indecisões e um mar de pensamentos que me deixam doida e irritada. Imagine que tenho a exata sensação de estar usando roupa um número menor do que o meu e o incômodo que é.

Já me realizei profissionalmente e já enjoei de exercer minha atividade. Estou encerrando essa página da minha vida e não pego nenhum processo novo, nem de cliente antigo. Vou tentar encerrar tudo o que estiver em andamento e acabar com essa tortura.

Essa decisão tomada, abrem-se as portas para o vazio.

O que farei daqui para diante? Como poderei ganhar meu sustento?

Depois de ler a manifestação do Zeca a respeito do "inferno astral" fui correndo conversar com minha amiga astróloga.

Ela me disse que, estou num trânsito que me traz todos esses sentimentos e pensamentos, mas não se trata de inferno astral, não. Urano está numa determinada posição que, em função da localização do sol no meu mapa, causa essa irritação. No dizer dela: é muita provocação junta. Disse-me que estou no momento dos rompantes e que a sensação de não pertencer a lugar algum é característica.

Mais fundo ela foi e me deu elementos para repensar muita coisa e repaginar minha vida.

Repaginar a vida no início da terceira idade?!?

Começar algo quando se está mais perto do fim do que do início do tempo aqui nessa terra?!?... Que baita ironia! Eu, que achava que os cabelos brancos e as rugas troxessem paz ...

Que paz, que nada! Angústias, ansiedades, idéias, desejos, vontades como se meu espírito não soubesse que o corpo às vezes não responde a contento! O espírito não envelhece, isso eu já sabia, mas que ele agita e é espirituoso, traquinas, e cheio de energia que não consigo controlar, eu nem imaginava!

Como vou ganhar meu sustento? Ainda não sei, mas garanto que o dinheiro virá. Enquanto trabalhei pelo direito o dinheiro veio. Vou continuar a trabalhar pelo direito, mas sem processos e sem leis e sem juízes e sem papeladas. De que forma? Depois eu conto, pois, eu ainda não sei como será.

Estou de ressaca emocional, mas confesso que mais tranquila.

Quem se lembra a música que eu coloquei nesse blog logo no início? Ivan Lins: Começar de novo!!! Minha história? Talvez.

Esse desabafo e ao mesmo tempo justificativa é dedicado, a todos que tem a paciência de me aturar e em especial ao grupo AS da Meiroca.

Pessoas maravilhosas desse grupo: minhas formais desculpas pelo rompante injustificado e meu agradecimento pelo carinho e atenção de todos.


Bjkª da Elza

11 comentários:

Ana disse...

Amei teu post!
Me identifiquei!!

Olha isso aqui:
http://roccana2.blogspot.com/search?q=todas+as+respostas

Vc vai ver como temos estes sentimentos em comum!!

Boa sorte! Bom recomeço!

mercia disse...

Que coisa linda!!!! adorei dar uma volta por esse teu turbilhão emocional... e tudo vai dar certo... tudo sempre dá certo!!!!

beijos pra voce!!!

Mirella disse...

Oi Elzinha,
Eu imagino como deve ser complicado lidar com esse emaranhado de novidades, medos, angustia... o novo e o velho sempre nos assombram.
Eu também estou numa fase de redescobrimento, preciso voltar ao mercdo de trabalho depois de 1 ano e meio seguindo o maridex pelo mundo... é difícil, mas um dia alguma coisa vai aparecer... são tantas dúvidas... e acho que cada fase terá a sua e a gente tem que dar um jeito de driblar tudo isso com maestria e tirar o melhor de tudo isso... apender, crescer e amadurecer... somos eternas criancas com rugas ou sem, né?!
Fica bem... e precisando... estamos aqui!!!
Um beijo bem grande

Ana disse...

Oi, Elzinha

Coloquei o link errado!! Perdoa...
Me referia a e este:
http://roccana2.blogspot.com/2006/02/adolescncia-da-terceira-idade.html

Rosamaria disse...

Elzinha

Eu te entendo perfeitamente bem. As que me precederam escreveram coisas lindas. A Ana é maravilhosa em tudo o que diz.

Eu passei por essa fase aos 47 anos. Queria morrer! Mas tinha 2 filhos na faculdade e uma filha adolescente que precisavam de mim. Acho que até falhei um pouco com eles, pq estava olhando muito pro meu umbigo e sofrendo com tudo o que estava acontecendo. E eu não tinha NINGUÉM, viste, NINGUÉM, pra me socorrer, me aconselhar. Ah! se eu tivesse o AS naquela época!!!!

Mas tudo passa, minha amiga, tudo se ajeita. Tenha calma, pense positivo.

A tua volta foi uma alegria hoje, num dia tão triste que tive.

Bjim, cosquirídia.

Anunciação disse...

Querida Elza.Em breve farei 60 anos e,como vc diz,o espírito ainda não chegou lá,mas o corpo já não obedece em muitos pontos;diferente de você ainda não posso me aposentar e,saindo do que faço agora,gostaria de continuar fazendo o mesmo só que de outra maneira;sonho em fazer um trabalho voluntário na área de saúde mas não dá pelo menos por enquanto,pois,como dizia vovó,quem o traseiro aluga não senta a hora que quer,rs.Com certeza vc vai encontrar um belo caminho e uma ótima solução.Um beijo.

Blog do Beagle disse...

Ana, deixei meu comentário a respeito do que vc disse no post. Amei o post. Bjkª. Elza


Mercia, vc disse uma palavra mágica: turbilhão! Bjkª. Elza


Mirella, vc tem pouca idade e adquiriu uma vivência maravilhosa fora do país. Voltar ao mercado não será complicado. Eu estou em busca de um mercado ... Bjkª. Elza

Rosinha, vc recebeu m eu e.mail? Bjkª. Elza

anny-linhaozzy disse...

Elza:
Todos os dias são dias de começar. Jamais se esqueça disso.

Beijos de quem acredita e torce por você.
Anny.

Dora disse...

Elza! Nós somos quase da mesma idade e tenho inquietações tão diferentes! Mas, entendo perfeitamente as suas...E, nós, amigas da terceira idade, temos mais é que nos agüentarmos mutuamente...cada uma dentro de suas circunstâncias de vida.
E vamos sair dessa ressaca, porque o mundo é vasto e sua inteligência criativa, também!!
Beijos, sabendo que me entendeu, também...rs
Dora

Rosamaria disse...

Elzinha, não recebi o e-mail. Mandaste pra qual endereço? Manda pra

rosac147@gmail.com

bjim.

Claudio Costa disse...

A vida é uma eterna mudança, tudo passa, como dizia o filósofo Heráclito: "tá panta rréi", ou seja, tudo corre, a vida transcorre assim como as águas de um rio. A impermanência nos assombra. Na tentativa de controlar o que chamamos "tempo", demarcamos os ciclos da natureza. Assim chegamos ao que se convencionou 'a terceira idade', ou a sexagésima, ou a primeira de muitas outras que virão, por que não? Vá em frente, moça!

Thelma Louise

Thelma Louise
Minha gatinha querida

Pesquisar este blog

Perfil

Elza Maria sempre em busca de respostas. Paradoxal, curiosa, inteligente, crítica, observadora, sentimental, habilidosa, amorosa, sensível, disciplinada e um montão de outras coisas. Ser humano normal, comum, mediano, mas que gosta de escrever e está no quarto blog.

Arquivo do blog

Atualizaçoes

Seguidores

Miau

Get the Maukie - the virtual cat widget and many other great free widgets at Widgetbox!

Passaram por aqui

Créditos

Template: Meiroca.com
Foto: Silvia Perutti