domingo, setembro 19, 2010

PostHeaderIcon Conte sua história


Fico pensando como cada um de nós responderia à questão:

Por que uma mulher jovem, magra, cabelos pelos ombros, maquiada, de meias 7/8 negras, sapatos de saltos altos, calcinha, sutiã e camisete de renda negros, também, fazia na calçada pertinho da feira, às 9h da manhã de domingo frio e com forte vento gelado, falando ao telefone celular?

Passei por ela e não consegui ouvir o que ela dizia ao celular. Ela estava um pouco abaixada, não sei se por causa do frio ou dos trajes sumários.

Poucos metros distante dela havia um carro parado, tipo Omega ou coisa assim, com 2 pessoas dentro e motor ligado.

Tive medo e apressei o passo.

Todavia, me questiono se eu deveria ter oferecido ajuda para ela. Nenhuma mulher deve passar por situação constrangedora como essa.

Tenho certeza que não era travesti fazendo ponto naquele local.

A cena não me sai da cabeça.

Elza

4 comentários:

Sonia H disse...

Elzinha,
Que coisa? Um enigma...
Ela não teria pedido ajuda?
Realmente, uma cena muito estranho. Havia algo ali...
Beijos,

Rosamaria disse...

Realmente uma cena inusitada, Elzinha. Acho que fizeste o certo. Seria perigoso tentares ajudar.
Bjim.

Celia disse...

É mesmo estranho, mas se ela quisesse ajuda, talvez tivesse pedido. Foi bom vc ir no seu caminho. Nunca se sabe. :)

Ana disse...

Mistééérioooo!!

Thelma Louise

Thelma Louise
Minha gatinha querida

Pesquisar este blog

Perfil

Elza Maria sempre em busca de respostas. Paradoxal, curiosa, inteligente, crítica, observadora, sentimental, habilidosa, amorosa, sensível, disciplinada e um montão de outras coisas. Ser humano normal, comum, mediano, mas que gosta de escrever e está no quarto blog.

Arquivo do blog

Atualizaçoes

Seguidores

Miau

Get the Maukie - the virtual cat widget and many other great free widgets at Widgetbox!

Passaram por aqui

Créditos

Template: Meiroca.com
Foto: Silvia Perutti