terça-feira, setembro 28, 2010

PostHeaderIcon Dias de descanso

Vou passear um pouquinho e voltarei no dia 3 de outubro, cheia de novidades. Bjs. Elza
domingo, setembro 26, 2010

PostHeaderIcon Eterno Velório

Familia constituida por Pai, Mãe, 3 filhas e um filho.

O Pai morre de repente. Enfarto fulminante o leva e deixa a familia perdida.

Pouco tempo depois o filho morre. Jovem, belo, solteiro. Morre no dia do aniversário da filha mais velha.

Nunca mais pode comemorar a passagem do tempo.

A familia homenageia quem foi embora e não quem ficou.

Está certo isso? Ela tem que pagar com seu dia pelo falecimento do irmão porque adoeceu?

Elza
sexta-feira, setembro 24, 2010

PostHeaderIcon Fim de semana

Aproxima-se o final de semana. Dois dias para descansar. Dois dias inteirinhos sem me preocupar com prazos, pesquisas, audiências, redações complexas.

Dois dias para eu curtir os pequenos que receberam vacinas hoje.

Dois dias para curtir o marido que também está muito cansado, mas, se tudo correr bem, conseguirá entrar em estado de férias,

Isso mesmo, ele está em férias a partir de hoje. Do momento em que ele pisar em casa, hoje estará descansando por uma semana.

Claro que vamos viajar. Vamos fugir de Sampa.

Ainda não sei como farei com os pequenos. Gostaria que eles fossem para a Maria, mas preciso convencer o marido. Tudo se ajeita, ao final.

Ele recebeu vacina e está enjoado. Não quis comer o dia todo. Está com cara de dor.

Ela gritou e me mordeu quando recebeu a vacina. Está lépida e já ficou no meu colo. Comeu bastante e dormiu no meu colo.

Macho é macho, né?

A moça que usa ferraduras está arrastando os banquinhos da cozinha e atormentando meu cérebro.

Bjs. Elza
domingo, setembro 19, 2010

PostHeaderIcon Conte sua história


Fico pensando como cada um de nós responderia à questão:

Por que uma mulher jovem, magra, cabelos pelos ombros, maquiada, de meias 7/8 negras, sapatos de saltos altos, calcinha, sutiã e camisete de renda negros, também, fazia na calçada pertinho da feira, às 9h da manhã de domingo frio e com forte vento gelado, falando ao telefone celular?

Passei por ela e não consegui ouvir o que ela dizia ao celular. Ela estava um pouco abaixada, não sei se por causa do frio ou dos trajes sumários.

Poucos metros distante dela havia um carro parado, tipo Omega ou coisa assim, com 2 pessoas dentro e motor ligado.

Tive medo e apressei o passo.

Todavia, me questiono se eu deveria ter oferecido ajuda para ela. Nenhuma mulher deve passar por situação constrangedora como essa.

Tenho certeza que não era travesti fazendo ponto naquele local.

A cena não me sai da cabeça.

Elza
quarta-feira, setembro 15, 2010

PostHeaderIcon SOLIDÃO

SOLIDÃO...

Francisco Buarque de Holanda

Solidão não é a falta de gente para conversar, namorar, passear ou fazer sexo... Isto é carência.
Solidão não é o sentimento que experimentamos pela ausência de entes queridos que não podem mais voltar... Isto é saudade.
Solidão não é o retiro voluntário que a gente se impõe, às vezes, para realinhar os pensamentos... Isto é equilíbrio.
Solidão não é o claustro involuntário que o destino nos impõe compulsoriamente para que revejamos a nossa vida. .. Isto é um princípio da natureza.
Solidão não é o vazio de gente ao nosso lado... Isto é circunstância.
Solidão é muito mais do que isto.
Solidão é quando nos perdemos de nós mesmos e procuramos em vão pela nossa alma....


Não resisti. Espero que vocês gostem.
Bjs. Elza
terça-feira, setembro 14, 2010

PostHeaderIcon Lembranças

Drama interessante, passado em New York.

Trata da violência urbana e mostra o absurdo assassinato da mãe em frente à filha de 11 anos por causa dos pertences da bolsa minguada, numa estação do metrô.

Trata do desespero de um adolescente que não sabe como tratar a dor de ter encontrado o irmão mais velho enforcado e como vive a familia despedaçada, com todas suas nuances.

Final inesperado. Triste e atual.

Verti poucas lágrimas.

Vale a pena. Peguei na locadora.

Bjs. Elza
terça-feira, setembro 07, 2010

PostHeaderIcon Vespera de Feriado

Meu marido resolveu que deveríamos comer num restaurante vegetariano e encontrou um endereço na internet.

Lá fomos nós para a Pompéia e, no meio do caminho, um espertinho resolveu que deveria postar-se entre nosso carro e o que estava parado no farol, sem pedir licença.

Meu valoroso marido entendeu que não daria passagem e o talzinho jogou o carro contra nós e feriu a lataria do meu veículo que o marido dirigia.

Mais uma vez meu veículo foi ferido por causa do temperamento explosivo do maridão.

Mais uma vez fiquei possessa!

Mais uma vez ele me sai com a pérola: é fácil ... vc leva no martelinho ...

Mais uma vez eu respondoi: VAI FICAR AMASSADO!!!!!!!!!!!!!!

Depois desse entrevero, o marido ficou nervoso e para minha salvação, não conseguiu encontrar o tal restaurante.

Ficou desarvorado. Não sabia para que lado se virar. Não sabia o que fazer e eu acabei sugerindo um restaurante italiano.

Comemos muito bem. Bebemos uma garrafa de vinho. Tomamos sobremesa deliciosa.

Voltamos para casa com vários filmes que ele pegou na locadora.

Dormi à tarde por causa do vinho e depois do soninho restaurador, assisti, com ele, um filme passado em Roma, que trata do feriado de 15 de agosto na Italia e do almoço de comemoração. Lindo, poético, singelo e como sempre, trouxe um ensinamento profundo e simples. Vale a pena assistir "Almoço em agosto".

Depois desse lindo filme assistimos CQC com Marcelo Tass e sua troupe. A voz do Marcelo me irrita, mas o programa é muito interesante. Palmirinha estava ótima de terno preto.

Acordei hoje cedo com a chuva caindo e logo pensei no Baltazar. Como sair com ele? Meu marido pegou o guarda chuva e resolveu meu impasse.

BJkª. Elza
sábado, setembro 04, 2010

PostHeaderIcon O tempo está virando

Vento forte sopra e bate as persianas do apartamento.
As janelas precisam ser encostadas, pois, as cortinas voaram e colocaram em risco o abajur.
Thelma Louise acomodou-se no sol e, assim que ele se escondeu atras do prédio do lado, ela se enrolou no cantinho predileto para passar a tarde.
Marido ligou a TV para dormitar um pouquinho com o Baltazar a seus pés.
Fico aqui, batucando o teclado e procurando palavras para expressar minha frustração por carregar comigo e sentimento de rejeição de sempre.
Por que eu não me sinto parte dessa vida, posso saber?

Elza

Thelma Louise

Thelma Louise
Minha gatinha querida

Pesquisar este blog

Perfil

Elza Maria sempre em busca de respostas. Paradoxal, curiosa, inteligente, crítica, observadora, sentimental, habilidosa, amorosa, sensível, disciplinada e um montão de outras coisas. Ser humano normal, comum, mediano, mas que gosta de escrever e está no quarto blog.

Arquivo do blog

Atualizaçoes

Seguidores

Miau

Get the Maukie - the virtual cat widget and many other great free widgets at Widgetbox!

Passaram por aqui

Créditos

Template: Meiroca.com
Foto: Silvia Perutti