segunda-feira, abril 25, 2011

PostHeaderIcon Nhoque

Quem me acompanha sabe que pouco entendo de arte culinária, mas sou curiosa e bem intencionada. Procuro assistir a programas de receitas e observo como meu marido prepara pratos. Pergunto para amigas e pessoas que dominam a arte do fogão e aos poucos, estou aprendendo.

Mesmo assim, toda vez que ofereço um prato para meu marido ele quer saber os ingredientes e como eu desenvolvi a receita. No início eu contava, mas agora, digo que é segredo e que se ele quiser desfrutar, que o faça. Recuso-me a contar os detalhes.

Noutro dia, assisti um chefe ensinando a fazer nhoque e achei fácil. Resolvi servir esse prato, mas, meu marido foi ao mercado e comprou todos os ingredientes e disse que ele faria. Todavia, não levou à frente o intento.

No domingo de Pascoa eu me ofereci para fazer o almoço e, felizmente, ele permaneceu entretido na internet e me deixou trabalhar em paz.

Limpei um pé de brócolis e separei as flores para o nhoque. O restante fervi para uma sopa.

Coloquei água no caldeirão para ferver o nhoque.

Peguei linguiça calabresa defumada e tirei a pele. Cortei em pedaços pequenos e fritei no azeite.

Cortei tomates cereja ao meio e levei à frigideira.

Um pouquinho de vinho tinto na frigideira fez soltar os restinhos da fritura e ajudou a formar um sabor especial.

Passei as flores de brócolis na água fervente e depois no gelo e dalí, para a frigideira. Desliguei o fogo enquanto cozinhei o nhoque naquela água com gosto de brócolis.

Levei o nhoque para a frigideira e esquentei um pouco. Servi com muito queijo ralado.

Observe que não falei nem em cebola, nem em alho ou em sal... O tempero veio da calabreza e do vinho.

Depois do almoço fervi 3 batatas com casca e tudo na água do brócolis. Guardei na geladeira e, agora cedo, vou bater o brócolis com as batatas e o tempero que farei numa frigideira, no liquidificador para virar uma pasta. Colocarei um pouco de leite e servirei como sopa. Claro que os ajustes serão na hora. Essa é a idéia, apenas.

Bom apetite.

Bjs. Elza

12 comentários:

Luma Rosa disse...

Observando você pegou bastante prática! Ultimamente só quebro galho na cozinha, mas gostaria de ter mais tempo para me dedicar! Aprender a fazer Nhoque, por exemplo! Nunca acho o ponto da massa! Beijus,

Blog do Beagle disse...

Luma, Querida, eu não me arrisquei a fazer a massa do nhoque. Meu marido comprou pronto no mercado. Todavia, faço pão e acho que se desse tempo eu teria feito a massa. Busque no www.cheftv.com.br a receita. Facil demais! Bjs. Elza

Tigre disse...

Oi Balçtazar vim conhecer seu kantinho...eu venho do blog do Ed e tenho um bloguinho também ....já estou seguindo seu blog...espero sua visita...um abrAUço

Anunciação disse...

Em cozinha só faço o básico;o que eu gosto mesmo é de comer as delicias que os outros fazem.Parabéns pra você.

J.F. disse...

Elza,
Você só não contou se seu marido gostou. Qualquer hora vou contar lá no meu blogue a históra da "picatta lombarda" da Nina. Foi uma epopéia! Para mim e pros filhos que servimos de cobaias para o novo prato.
Agora, também estou na equipe (Jack, Marco Santos, Itiro, Paulo) do "Playgroun dos Dinossauros e já saiu minha primeira postagem. http://www.flintstones.blogger.com.br/
Abração.

Celia disse...

Vc está muito prendada Elzinha. Imagino que sua comida ficou uma delicia. Uma boa semana. Bj

evi disse...

Oi Elza.

Eu não tenho essa prática. Só sei fazer o básico do básico.
Parabéns!!! Deve ter ficado bem gostoso.

Bjs.
Elvira

Blog do Beagle disse...

Tigre, o Baltazar ainda não tem blog. A mãe dele, ou seja, EU, não tem tempo para mais um. Venha sempre. Bjs. Elza

Anunci, sou curiosa e adoro mexer na cozinha. Bjs.

JF, ele adorou. Comeu tudinho. Elogiou e repetiu. Fiquei me sentindo a rainha da cocada kakakakak Bj

Celia, ficou bom, sim. A sopa me decepcionou, mas o nhoque ... hummm Bjs.

Elvira, só indo para a cozinha e fazendo os pratinhos simples para pegar prática. Eu gosto dessas aventuras culinárias. Bjs.

Luciana Vannucchi de Farias disse...

Ia perguntar como ficou, mas pelos comentários deu certo, rsrsrsrs...

O que eu sei fazer bem: panqueca, strogonoff e bife à milanesa. O resto, só o básico do básico, em geral não tenho muito pique pra cozinhar não. :-)))

Beijocas, querida!!!

Blog do Beagle disse...

Lu, eu não sou muito de cozinhar, não, mas de vez em quando me arrisco. Bjs. Elza

Rosamaria disse...

Como minha mãe dizia, a dor ensina a gemer e foi cozinhando que aprendi a cozinhar. Acho que o teu molho deve ter ficado bem gostoso. Vou experimentar, pq não faço nada sem alho e cebola, hehehe.
Bjim

Magui disse...

Muito trabalhoso, refinado.Não tenho esta capacidade.Requer paciência.

Thelma Louise

Thelma Louise
Minha gatinha querida

Pesquisar este blog

Perfil

Elza Maria sempre em busca de respostas. Paradoxal, curiosa, inteligente, crítica, observadora, sentimental, habilidosa, amorosa, sensível, disciplinada e um montão de outras coisas. Ser humano normal, comum, mediano, mas que gosta de escrever e está no quarto blog.

Arquivo do blog

Atualizaçoes

Seguidores

Miau

Get the Maukie - the virtual cat widget and many other great free widgets at Widgetbox!

Passaram por aqui

Créditos

Template: Meiroca.com
Foto: Silvia Perutti