segunda-feira, novembro 30, 2009

PostHeaderIcon Arremedo de Deus

Fui ao Forum para ler uma processo de falência.
O Cartório estava tranquilo e a recepção foi excepcional. Conversei com os funcionários e mostrei a dificuldade que é entrar no site para verificar o andamento de qualquer feito.
Falamos sobre a PRODESP e contei a história do Procom.
Em outras palavras, fui muito bem recebida e tratada. Coisa rara no Forum, mas aconteceu comigo.
Privilegiada como sou, ganhei até um cantinho com mesa e cadeira para ler o calhamaço de 18 volumes.
Estava eu entretida com minha leitura quando uma voz forte pergunta pelo Diretor do Cartório. Homem com mais de 60 anos, em camisa sem paletó e sem gravata. Estava nervoso e agitado.
O Diretor estava atendendo outra pessoa e dirigiu-se ao homem e lhe pediu para esperar um minuto para o atendimento.
- Eu tenho preferência porque sou Juiz. Olhe minha carteira funcional, estrilou o homem.
- O Senhor quer aquela certidão que já está pronta e sobre minha mesa. Preciso acabar esse atendimento, conferir sua Certidão e assina-la.
- Tenho direito a atendimento preferencial porque sou Juiz!!!
O Diretor continuou o atendimento que estava em andamento.
- Vou falar com meu colega. Assim não é possível!
Em menos de 3 minutos aquele homem gritara 3 vezes com o Diretor do Cartório e saiu para se dirigir ao Juiz.
Claro que os comentários comeram assim que ele se afastou. Eu fiquei observando a tudo e a todos e não me contive:
- Gente, o que é isso? Desde quando a lei dá privilégios para Juiz que vem ao balcão buscar um papel? Sou muito ignorante, mas o privilégio é para idosos, gestantes e portadores de necessidades especiais.
- Juiz aposentado, Doutora, disse a simpática serventuária que me ofereceu suco de uva.
- Se for Juiz. Carteira funcional se compra por dez reais aí na praça em frente ao Forum, disse outra funcionária.
- Aqui ele não estava na posição de Juiz. Era um cidadão como outro qualquer. Onde já de viu ser grosseiro como ele foi... Comigo ele teria recebido uma resposta e tanto!
- Doutora, nosso Diretor é muito calmo.
- Eu vi! Ele nem levantou a voz. Tentou contornar a ansiedade do outro e recebeu gritos! Privilégio deveria ter advogado que encosta a barriga no balcão no exercicio profissional. Faltou berço para esse homem, disse eu, depois de agradecer o tomar o delicioso suco.
O Diretor entrou na sala, conferiu a Certidão e assinou. O telefone o convocou para a sala do Juiz.
- Já tem sua certidão? Agora saia da minha sala que tenho mais o que fazer, disse o Juiz da Vara ao Juiz aposentado.
- Vou à Corregedoria. Isso não fica assim!
O Diretor contou para nós e ainda brincou comigo:
- A Doutora está se divertindo, não está?
- Sim, eu me diverti com a situação toda e em especial com as falcatruas que li na falência. O picareta deu golpe de mais de 45 milhões de reais na praça, mas antes, desapareceu com a escrituração da empresa e com os bens dela e os pessoais.
- Aposto que sua cliente fica ligando para saber quando sairá o dinheiro dela. O pior é que talvez ela não venha a receber qualqur importância.
- Acho que vou voltar a executar na Justiça do Trabalho. Vou tentar que o Juiz do Trabalho desconsidere a personalidade jurídica e assim posso penhorar um terreno da pessoa física que achei aqui.
- Nossa, seria ótimo e a Senhora receberia...
- Diretor, eis meu cartão. Caso você precise é só me chamar que sou testemunha do que aconteceu aqui. Esse tal de Juiz aposentado esqueceu a educação em casa; esqueceu que não tem privilégio algum por ser juiz aposentado; esqueceu que é parte num processo e que tem advogado constituido nos autos para retirar a Certidão; esqueceu que há previsão no Código Penal para esse tipo de comportamento descrito como crime, podendo o faltoso ser processado. Tenho certeza que ele não vai conseguir nada indo até a Corregedoria, mas, nunca se sabe.
Saí de lá estarrecida. Imagine como esse homem deve ter sido quando no exercício do cargo! Arrogante, sem educação, despreparado emocionalmente...
- Ele pensa que é Deus! disse uma outra serventuária, baixinho, para mim, enquanto eu saia.
Bjkª. Elza

11 comentários:

dudv disse...

Esta crônica retrata muito bom o que acontece na realidade brasileira.

Blog do Beagle disse...

Dudv, tem tres aspectos básicos:
1. o atendimento no Cartório foi inusitado, excepcional! Nunca, em 30 anos de carreira, recebi ao mesmo tempo, os beneficios de ontem.
2. O segundo aspecto refere-se ao Juiz aposentado que é um pobre de espírito. Comportamento "normal" para esses infelizes que pensam que são Deus.
3.Falência é falência. O tombo é grande e ninguém recebe nada. O falido fica solto e rindo de nós.

Obrigada pela visita. Bj.

marie disse...

Olá Elza!
Situações como a que descreveu acontecem com frequência aqui em Portugal, só quem trabalha em atendimento ao público se apercebe de casos idênticos, em relação a prioridades...
Tenho andado muito afastada do blogue.
Gostava de responder às suas perguntas e procurei seu mail, mas não encontrei.
Se quiser me contacta (hpaulino1@gmail.com)
Beijinhos

Blog do Beagle disse...

Marie, tentei tirar seu e.mail e não consegui. Quer deletar o comentário? Fique a vontade para faze-lo. Bj. Elza

Mírian Mondon disse...

olá Elza!
Já estava com saudade de voce e da sua narrativa que dá sabor as mais lamentaveis historias!
É sempre um prazer te ler!
A foto do beagle esta fantastica!!!

beijos

Blog do Beagle disse...

Olá, Miriam. Obrigada pelo elogio rasgado. Fez-me bem ao ego. O beagle é o meu Baltazar que já está com 5 anos e meio. Essa foto está aí desde que inaugurei esse blog e não tenho coragem de troca-la. Volte sempre. Bjkª. Elza

Andréa Motta disse...

Bom dia, Elza! Vim retribuir sua visita e encontrei esse interessantíssimo relato, cujo título eu adorei. Muita gente anda por aí como arremedo de Deus e tendo como frase favorita a ridícula "Você sabe com quem está falando?". Tais pessoas não dizem isto porque obtiveram algum título e ficaram arrogantes; é justamente o oposto: eram arrogantes e, por um descuido de Deus, elas conseguiram um bom posto na vida. Esse juiz ( se for juiz...) é só um desses indivíduos que precisam de uma aula de boas maneiras. Bom final de semana!

Eduardo Cseny disse...

Gostei do astral do blog!
Voltarei sempre que tiver um tempinho, e caso você também tenha um tempinho, dê uma passadinha lá no meu espaço e "tasque" seu comentário. Serás sempre muito bem vinda.
Um forte abraço!

Ana disse...

"O serumano é capaz de cada coisa que eu fico acrílica"!!

As pessoas não se tocam que só a educação e a gentileza tem o poder de melhorar a convivência??

Jota Effe Esse disse...

Esses tipos são mais numerosos do que pensamos, e nunca se dão conta disso, acho que é uma doença mental. Meu beijo.

Blog do Beagle disse...

Eduardo, já passeei por lá e voltarei para tascar meus pitecos, sim. Obrigada pela visita. Elza

Ana, berço é berço, né? Quem teve, teve. Quem não teve ... pode ocupar a posição que for no mundo que será sempre grosso! Bjkª. Elza

Minininhuuuuuuuuu, você de vez em quando vem me agradar, né? Gosto docê, meu querido. Fiquei com pena do tal juiz aposentado. Um infeliz a bem da verdade, pois, não confia em si e se esconde atras de uma posição para se fazer ouvir ... Bjkª. Elza

Thelma Louise

Thelma Louise
Minha gatinha querida

Pesquisar este blog

Perfil

Elza Maria sempre em busca de respostas. Paradoxal, curiosa, inteligente, crítica, observadora, sentimental, habilidosa, amorosa, sensível, disciplinada e um montão de outras coisas. Ser humano normal, comum, mediano, mas que gosta de escrever e está no quarto blog.

Arquivo do blog

Atualizaçoes

Seguidores

Miau

Get the Maukie - the virtual cat widget and many other great free widgets at Widgetbox!

Passaram por aqui

Créditos

Template: Meiroca.com
Foto: Silvia Perutti