sexta-feira, janeiro 18, 2008

PostHeaderIcon Cachorro louco

O povo de São Paulo chama de cachorro louco aos motoboys que circulam em altas velocidades, no meio dos carros, sem respeitar faixas que separam as pistas, faixas de pedestres, faróis, sinalização e tudo, enfim.

Esses motoboys ganham por hora e, contratados, o mínimo que se paga são R$ 20,00 que equivaleria a duas horas de serviço. Noutro dia contratei um deles que, recebeu os R$ 20,00 e trabalhou 25 minutos!!!!!!!!!!!

O serviço deles é útil, necessário e eles se tornaram uma categoria profissional. As condições de trabalho são massacrantes e exigem muito deles; daí transitarem feito loucos, colocando em risco a integridade física de todos os que se aproximam.

Meu carro já foi abalroado, de propósito, porque eu parei no lugar que o cachorro loucio queria ficar. Vingou-se e tratou de quebrar o espelho lateral.

Claro que nem todos são bandidos, mas todos são doidos em cima de suas motos.

O prefeito de São Paulo decidiu proibir a circulação de moto boys por algumas avenidas da cidade e está a exigir acessórios de segurança. É óbvio que está buscando controlar a manutenção das motos com vistorias nos departamentos de trânsito e diminuir o número de acidentes diários.

Eles não querem o controle. Não querem a proibição de circular por entre os carros e caminhões e ônibus a 90 km por hora nas marginais e outras avenidas importantes. Eles não querem as caçambas no lugar das mochilas e fitas reflexivas nos capacetes. Não querem as vistorias para lacração dos veículos. Claro, clandestinidade é muito mais rendosa!

Para demonstrar que não estão para brincadeira, eles se vingaram e pararam a cidade. Mais de 500 deles, segundo a PM, lotaram todas as grandes avenidas da cidade num protesto. Foram até a Prefeitura e posaram para as fotos publicadas no UOL.

Protesto organizado nas zonas norte, sul e oeste pois, foram acompanhados por batedores da PM e não puderam cercear a liberdade de ir e vir dos demais cidadãos.

Como não poderia deixar de ser, houve protesto na zona leste e lá, um número imenso de cachorros loucos, sem batedores, parou a avenida mais importante da região e lá ficaram, parados, com gritos de ordem e um buzinhaço tremendo.

Aqui em São Paulo é assim: baderna generalizada. Perueiro ilegal quer mostrar força paraliza a Rua Maria Paula, na frente da Câmara dos Vereadores; marreteiro quer continuar a vender contrabando no meio da rua faz protesto contra a polícia e paraliza a Rua 25 de março; motoristas e cobradores de ônibus fazem greve e estacionam os veículos sobre as pontes e impedem a passagem de todos os que não estão envolvidos no problema; funcionários do metrô resolvem protestar e abrem as catracas para o povo ...

Sempre me bato nessa tecla: há inversão de valores e a coisa está piorando dia a dia. Onde vamos parar?

Bjkª. Elza

1 comentários:

Kris disse...

Meu, detesto estas referências pejorativas aos animais - vaca, cachorro, galinha, porco etc.
Eu estava em Sampa quando eles bloquearam a Dutra (nem lembro que dia foi) e depois pararam a marginal pinheiros no dia 11. Logo prometeram parar sp às sextas. Dia 18 tb fizeram confusão. Dia 25 foi feriado e, claro, aproveitaram pra ficar em casa. Eu quero mais é que eles se danem. Como vc disse, são baderneiros, não estão nem aí. Muitos são violentos, grosseiros, vândalos. Infelizmente estes são a maioria.

Thelma Louise

Thelma Louise
Minha gatinha querida

Pesquisar este blog

Perfil

Elza Maria sempre em busca de respostas. Paradoxal, curiosa, inteligente, crítica, observadora, sentimental, habilidosa, amorosa, sensível, disciplinada e um montão de outras coisas. Ser humano normal, comum, mediano, mas que gosta de escrever e está no quarto blog.

Arquivo do blog

Atualizaçoes

Seguidores

Miau

Get the Maukie - the virtual cat widget and many other great free widgets at Widgetbox!

Passaram por aqui

Créditos

Template: Meiroca.com
Foto: Silvia Perutti