segunda-feira, setembro 14, 2009

PostHeaderIcon Amanheceu chovendo

E essa chuvinha fina e fria que não passa. Às vezes fica mais pesada e de repente, estia. O solo não chega a secar, mas para de garoar.


Manhã fria, feia e chata.


Levei meu carro ao mecânico porque está falhando. Marquei com uma semana de antecedência essa hora e programei meu dia e minha semana para ficar a pé, hoje. O mecânico não deu as caras, mas avisou que só poderia trabalhar no período da tarde. Dançou, apesar de eu entender que imprevistos acontecem.


Sigo certas intuições: se fosse para ele mexer no carro não teria acontecido esse imprevisto. Vamos em frente...


Voltei para casa e a chuva chovendo. Baltazar no meu calcanhar pedia para sair, mas era impossivel.


Estiou!!!!!!!!!!!


Vamos passear e andar por aí. Ver a vida pela coleira e guia, mas é melhor do que ficar trancado em casa.


De repente, uma vitrine atraiu minha atenção. Lá estava exposto um transportador para gatos, cor de rosa, em couro e tecido xadrez, com tela por cima. Uma riqueza. Entrei e perguntei o preço.


A recepcionista(?) ou vendedora(?) ou atendente(?) daquele lugar que me pareceu um pet shop, anexo a consultório veterinário, fez cara feia quando pedi para ver a peça, MAS NÃO A ENTREGOU NA MINHA MÃO.


Tentei pegar o transportador para examinar o interior e fecho. Comentei que ele era pesado quando percebi que ela agarrara e não soltara para mim. Fiquei na vontade de examinar a peça. Não me disse o preço, também. Aliás, não me disse nem bom dia!


Sem mais nem menos, a talzinha tomou a peça e foi para os fundos da casa onde está localizada a loja, com ela na mão, e me disse, ao retornar:" espere um pouco" !!!!!!!!!!!!


Ato contínuo, atendeu ao telefone e me deixou plantada, no meio da sala, com cara de idiota.


A faxineira limpava a porta de vidro viu tudo e nada disse.


Olhei para o Baltazar e disse, em voz bem alta:


- Morzinho, vamos embora. Nós estamos atrapalhando, aqui.


Saí na chuva que voltara a cair e andei muitos quarteirões sem guarda-chuva e sem capa.


Deixei o Baltazar para banho e ainda estou doida para ver aquele transportador de gatos. Fui busca-lo de carro, é claro.


Amanhã eu lá voltarei, de carro. Eu o estacionarei na porta, torto, ocupando as duas vagas, de propósito. Estarei arrumada. Produzida para ir para a Justiça e sem o Baltazar.



Desmontarei a loja. Vou olhar tudinho o que estiver exposto. Tirarei tudo do lugar e perguntarei preços, inclusive de vacinas e medicamentos e, é claro, sairei de mãos abanando. Caso eu encontre a dona da loja ou a veterinária de plantão contarei o que houve.



Ora bolas!


Elza

2 comentários:

Felina disse...

adoro vinganças, faça isso mesmo, odeio esse povo que julga baseado em sei lá que critérios, povo besta.
Sobre a Thelma, ela pode estar trocando o pelo por causa da estação que irá mudar, pode acontecer, mas tb pode ser stres, o melhor mesmo é levar no vet, para ele afzer exames, gato é um animal tão sensível, que qlqr coisa pode alterar o bioritmo deles, até a alimentação pode causar essa queda, procure teu vet de confiança e faça exames nela, depois me conte como foi. beijos!

Ana disse...

Yessssss!

É impressionante como as pessoas perderam a noção das coisas!

Numa situação assim minha mãe sempre fala:
"Quem não tem competência que não se estabeleça"!
É isso: não querer atender balcão vá fazer outra coisa!

Fico muito injuriada!

Thelma Louise

Thelma Louise
Minha gatinha querida

Pesquisar este blog

Perfil

Elza Maria sempre em busca de respostas. Paradoxal, curiosa, inteligente, crítica, observadora, sentimental, habilidosa, amorosa, sensível, disciplinada e um montão de outras coisas. Ser humano normal, comum, mediano, mas que gosta de escrever e está no quarto blog.

Arquivo do blog

Atualizaçoes

Seguidores

Miau

Get the Maukie - the virtual cat widget and many other great free widgets at Widgetbox!

Passaram por aqui

Créditos

Template: Meiroca.com
Foto: Silvia Perutti