sexta-feira, janeiro 15, 2010

PostHeaderIcon Haiti

Claro que sou apenas mais uma completamente estarrecida com o que aconteceu no Haiti.

Desgraças naturais acontecem, como o Katrina, terremoto na Italia, na China, inundações e nevascas e movimentação de vulcões, mas sempre em locais com recursos mínimos para socorro à população.

As fotos que a Folha de São Paulo tem publicado sobre essa tragédia são chocantes. Pessoas passando por cima de centenas de corpos sem vida ... edificios e todo tipo de construção desabados ...

A TV mostrou cenas horríveis de pessoas e mais pessoas andando para lá e para cá sem terem onde ir, o que comer ou o que beber; perdidas e talvez sem saber o que aconteceu.

O Haiti é um pais minúsculo, sem exercito, sem marinha, sem aeronáutica, sem vida própria, ex-colônia da França e completamente dependente de ajuda externa para que sua população sobreviva. Em todas as outras catástrofes muitas pessoas morreram e edifícios se perderam, mas havia meios de socorro aos desabrigados, mas no Haiti, não tem combustível para que as máquinas possam trabalhar. Máquinas essas, transportadas para lá pelos imensos aviões de carga que não estão conseguindo pousar nas pistas primitivas!

Valas comuns para enterro das centenas de corpos em decomposição, sem identificação, sem qualquer cerimônia para evitar doenças que se alastram e contaminam a todos.

E os animais, como estarão?

O Brasil já estava comprometido com a pacificação daquele país e mantinha tropas por lá. Agora, mais do que nunca está envolvido e já despachou aviões e mais aviões com ajuda em água, medicamentos, médicos, bombeiros e cães, muitos cães para localizar vítimas.

Pelo que li, Cuba enviou médicos, os Estados Unidos socorreram assim como alguns países europeus. Nada mais justo!

Nessa tragédia, além, da população local e alguns militares, perdeu a vida nossa médica sanitarista envolvida com a sobrevida de menores: Doutora Zilda Arns.

O respeito e admiração que tive por essa senhora não podem ser escritos, pois, não conheço elogios bastantes para demonstrar a importância dela no cenário nacional e quem sabe, mundial, no combate a mortalidade infantil e, por último, no trato com os idosos.

Apesar de minhas severas críticas ao nosso governo e ao "noço prisidenti" preciso elogiar a destreza e a qualidade da ajuda que foi enviada àquela população.

Contudo, temos população sofrida, pobre e desguarnecida do mais mínimo, aqui, no nosso país, desassistida ano após ano.

Bjkª. Elza

6 comentários:

Ana disse...

Belo post, Elzinha!
Tenho lido muito sobre o Haiti, mas vc resumiu tudo, de forma inteligente e sensível.

A nossa pobreza não está na mídia, desta forma, mas é igualmente trágica e sofrida...

É muito difícil apontar soluções, mas pagamos tantos impostos que imagino que é só uma questão desse dinheiro ser bem aplicado...

Um beijo!

milton toshiba disse...

Coitado desse povo, pobre, sem esperanças e governo. O nosso faz muito bem em ajudá-los, mas acho uma hipocrisia os ricos que querem longe da face da terra, posarem de bons samaritanos....

Bom fim de semana

bj

A Tati foi fazer check up anual e está ótima. dormiu para retirar os tártaros dos dentes e fazer ex sangue.

Celia disse...

Muito bom seu post Elzinha. Eu tambem estou chocada e triste com o que aconteceu no Haiti. Que sofrimento desse povo meu Deus.
Aqui na Suecia, eles incentivaram as pessoas ajudarem financeiramente e nos mandamos. É o mínimo que podemos fazer pra amenizar o sofrimento de muitos.
Bom fim de semana. Bj

Blog do Beagle disse...

Ana, penso como vc. Nossos impostos aplicados em lugares certos e não nas meias e bolsos dos polit5icos ajudariam muito, não é? Bjkª. Elza

Miltinho, a união dos países acabará por reconstruir o Haiti. Melhor do que isso, fará do Haiti um lugar menos ruim do que era antes do terremoto. Assim que a situação se normalizar começará a disputa para administrar aquele pequeno e sofrido país... quer apostar? Bjkª. Elza


Celinha, a população precisa de água potável, muita água, combustível, remédios e, principalmente, de esperança. Bjkª. Elza

Magui disse...

O Haiti não deveria existir pq é inviável pelas catástrofes naturais que periodicamente acontecem ali.Não tem fonte energética nem água potável boa.Outras ilhas já foram desativadas pelo mundo afora e ali também deveria ser assim.

Qt a Dra. Zilda Arns é uma benfeitora da humandidade e tb fiz minha homenagem ( vc foi lá e viu.Obrigada pelo coemntário)

Blog do Beagle disse...

Magui, é verdade. O Haiti é minusculo,não tem governo, não tem fonte de renda... O brasil estálá para pacificar o povo agressivo e sem ética, eucação ou princípios. Dificil sobreviver. Bj. Elza

Thelma Louise

Thelma Louise
Minha gatinha querida

Pesquisar este blog

Perfil

Elza Maria sempre em busca de respostas. Paradoxal, curiosa, inteligente, crítica, observadora, sentimental, habilidosa, amorosa, sensível, disciplinada e um montão de outras coisas. Ser humano normal, comum, mediano, mas que gosta de escrever e está no quarto blog.

Arquivo do blog

Atualizaçoes

Seguidores

Miau

Get the Maukie - the virtual cat widget and many other great free widgets at Widgetbox!

Passaram por aqui

Créditos

Template: Meiroca.com
Foto: Silvia Perutti